TransdisciplinarCV

Este é um local de discussão e de divulgação da Transdisciplinaridade. A ligação a Cabo Verde tem a ver com as actividades do criador do Blog e com as condições propícias de Cabo Verde para o desenvolvimento da Transdisciplinaridade. Os colaboradores deste Blog são fundadores do Núcleo TransD da Universidade Jean Piaget de Cabo Verde - uma Universidade Transdisciplinar

Site Meter

quinta-feira, julho 27, 2006

Afinal, o Negro estará entre o Antropóide simiesco e o Caucasóide?

Eis a quarta história:
Nos anos setenta do século passado, tive o ensejo e a felicidade de frequentar um curso de Etnologia. Eis um extracto dos apontamentos que então colhera:
"...nos finais da década de 60 o processo da filosofia racista estava com os dias contados; os seus pseudo-fundamentos científicos estavam arquivados. Porém, forçoso é confessar que opiniões racistas ainda persistiam, usando argumentos de natureza biológica (nariz achatado, antebraços longos em relação aos braços, etc) para colocar o Negro na esfera de um primitivismo rácico em relação ao Branco."
É então que o famoso antropólogo austríaco e especialista das línguas africanas, o Professor Hans Mukarovsky, mete a ridículo tal pretensão, apresentando o quadro seguinte:

////////////////////////////////Gorila///////////Branco/////////Negro
Pilosidade ////////////////////Forte///////////Fraca////////Muito fraca
Cabelos///////////////////////Lisos///////////Lisos///////////Crespos
Secção do cabelo////////////Circular/////////Circular////////Elíptica
Lábios////////////////////////Muito finos//////Finos///////////Grossos
Olhos ////////////////////////Claros/////////// Claros//////////Escuros
Glândulas sudoríparas/// Pouco numerosas ///Numerosas// Muito numerosas





Claro que Mukarovsky queria apenas ridicularizar seus interlucutores. Este homem esclarecido (infelizmente já falecido - início dos anos 90) é autor de um

Beau livre broché édité en 1964 chez Casterman, il compte 215 pages et est écrit par Hans Mukarovsky.
L'auteur tache de nous dire l'essentiel de l'afrique ancienne, celle d'avant la colonisation;pour mieux appréhender l'Afrique indépendante
d'aujourd'hui et son avenir probable.
Ce livre original est en excellent état malgré d'infimes traces d'usage

Para perceberem melhor as posições deste africanista austríaco, remeto-vos para uma comunicação intitulada "Algumas consideções sobre as línguas da África Ocidental" (para baixar o artigo em PDF, façam clique no link) cujo resumo em espanhol é o seguinte:
El autor retoma en este trabajo la teoría del posible parentesco africanista de la lengua vasca. Se aparta, sin embargo, de la conocida asociación del euskera al grupo de lenguas del noroeste africano, en el que se encuentran la lengua bereber y otras, próximas a las semíticas. Sugiere, en cambio, la posible relación con lenguas camíticas de Sudán occidental, Etiopía y Somalia, más afines a la única lengua preindoeuropea bien conocida de Europa occidental, que es la lengua vasca. Brinda a la nueva generación de lingüistas jóvenes la oportunidad de profundizar en la nueva vía.

10 Comments:

Anonymous Silvino Évora said...

Devo confessar que achei muita piada na semelhança da expressão facial de Bush e do animal que se encontra ao seu lado. Será que estas imagens quererão dizer alguma coisa. Talvez... de jeito como as coisas andam no mundo actual, tudo é possível...
......
......
Fazendo fé na veracidade da notícia avançada pelo jornal digial Expressodasilhas.cv, que reproduzi no NÓS MEDIA, queria desejar ao doutor Jorge Brito muito sucesso à frente da UniPiaget e que consiga pôr em prática todos os seus planos.

Abraços mediáticos

quinta-feira, 03 agosto, 2006  
Blogger Jorge Sousa Brito said...

Obrigado pelas felicitações.
A circulação da informação é um dos motores principais do fenómeno da "Emergência", uma das consequências da chamada Complexidade, estudada por Edgar Morin e outros e enquadrada nas questões de Transdisciplinaridade.
Que "Nós MEDIA" tenha longa vida e seja um bom veículo da Transculturalidade típica de Cabo Verde

quinta-feira, 03 agosto, 2006  
Blogger José Alberto Mostardinha said...

Viva:

Esta está muito engraçada.
Gostei.

Mais uma amiga visita,
...como não podia deixar de ser,
Agradeço o teu precioso comentário,
Que no Estados Gerais gostarei de lêr!

Um abraço,

sexta-feira, 04 agosto, 2006  
Blogger Hugo Denis said...

Hello there!

Your site is really interesting. I invite you to visit my blog, I hope that you like it.


Greetings,

Hugo.

sábado, 05 agosto, 2006  
Blogger José Manuel Dias said...

Viva!

Post mt interessante. A blogosfera permita a partilha de informação e saberes e, por via disso, representa um contributo para a aprendizagem permanente.
Abraço

segunda-feira, 07 agosto, 2006  
Blogger red angel said...

parabens pelo magnifico bloge

segunda-feira, 07 agosto, 2006  
Anonymous Blogue da Magui said...

Comparar o negro com o macaco e de um ridiculo maior que tudo. Eu j� ouvi ainda que o macaco � branco por baixo dos pelos que o branco tb temm sendo que o negro e imberbe.Se cada um cuidasse da propria vida nao haveria racismo.Mesmo pq tem gente com cara de sapo e nem por isso ninguem pensa que ele e descendente .

segunda-feira, 07 agosto, 2006  
Blogger José Alberto Mostardinha said...

Carísssimo Professor:

Gostaria de lhe expressar o meu agradecimento pela sugestão da troca de links dos nossos blogues.
É para mim um privilégio poder contar com a sua consideração que retribuo com amizade.
Não tenho qualquer aproximação á área da transdisciplinaridade e, se a encontra no meu blogue, é fruto de "coisa" inata.

De facto, este blogue teve uma origem um tanto ou quanto acidentada... no que respeitava aos seus objectivos.
Inicialmente nasceu com uma vocação mais "disciplinada" mas rapidamente enveredou pelo figurino actual pois o seu objectivo é, essencialmente, lúdico.

Nesta configuração o leitor pretende um artigo curto e facilmente assimilável.
Serve de passatempo... como quem compra o jornal ou uma revista não especializada.
A mensagem estará implícita mas não abordada em profundidade.

Por aqui me fico na certeza que o estimado professor despertou em mim maior interesse pela transdisciplinaridade e cujos contornos irei aprofundar.

Creia-me com elevada estima e consideração,

terça-feira, 08 agosto, 2006  
Blogger José Alberto Mostardinha said...

oopppsss!!
... e também não é por estar mais próximo do gorila que rejeito a Teoria da Evolução das Espécies de Charles Darwin :-)

terça-feira, 08 agosto, 2006  
Blogger Jorge Sousa Brito said...

Obrigado amigo Mostardinha pelos seus comentários. É certo que todos nós somos per natura transdisciplinares. Talvez não saibamos ainda disso tirar maior proveito.
Em todo o caso, a leitura da mensagem de Mostardinha me faz pensar que a consideração por mim manifestada pode ser comum a muitos dos queridos leitores deste blog TransD e de certa forma os coíbe de fazer comentários aos artigos que escrevo.

FAÇAM! O BLOG NÃO É APENAS UM ESPAÇO BIONÍVOCO. QUE HAJA CIRCULAÇÃO DE IDEIAS!

Abraço TransD a todos

quarta-feira, 09 agosto, 2006  

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home

MSN Alerts